Pós-Graduação em Cuidados de Enfermagem à pessoa com Doença Inflamatória Intestinal

Pretende dar resposta às necessidades de formação na área dos Cuidados de Enfermagem à pessoa com DII e formar enfermeiros peritos em DII

Descrição do Programa

As doenças inflamatórias intestinais (DII) são doenças crónicas do tubo digestivo, sem cura e imunomediadas. As DII englobam três entidades distintas: Doença de Crohn, Colite Ulcerosa e Colite não classificada (quando não é possível fazer a distinção entre as duas primeiras). Embora a sua causa ainda não esteja bem definida, parece resultar de uma complexa interação entre vários fatores (genéticos, ambientais, sistema imunitário e flora intestinal) que levam ao desenvolvimento de inflamação crónica no intestino. As pessoas com diagnóstico de DII e suas famílias deparam-se com complexas exigências na gestão diária das suas vidas. A doença afeta predominantemente pessoas jovens e provoca fortes limitações na vida pessoal, social, profissional e nas relações interpessoais.

Os cuidados de enfermagem revestem-se de particular importância nesta área.

a) Pertinência dos temas para o desenvolvimento da profissão:

As mudanças impostas pela doença levam à necessidade de readaptação da pessoa. A aquisição de conhecimentos sobre a doença, a capacitação para o autocuidado terapêutico, o envolvimento no próprio processo de saúde implica uma forte relação da pessoa com a equipa multidisciplinar e em particular com o enfermeiro.

Isto implica uma maturidade profissional e académica dos enfermeiros, que podem ser adquiridas e desenvolvidas através de formação que permita, na sua área de intervenção autónoma e interdependente, garantir a melhoria da saúde das pessoas com DII através de uma prestação e organização de cuidados de qualidade, garantindo o bem-estar, a qualidade de vida das pessoas com DII e a satisfação das suas necessidades de forma individualizada e em tempo oportuno.

b) Atualidade e relevância dos temas para a Enfermagem:

Esta Pós-Graduação surge para dar resposta às necessidades de formação na área dos Cuidados de Enfermagem à pessoa com DII e contribuir para a aquisição e desenvolvimento de competências nesta área de intervenção.

O plano formativo está alinhado com os conteúdos que a N-ECCO (Nurses – European Crohn’s and Colitis Organisation) defende para que os enfermeiros sejam peritos em DII.

c) Relevância dos objetivos da Pós-graduação para a Enfermagem:

Os objetivos deste Curso de Pós-Graduação pretendem a aquisição e consolidação de conhecimentos, assim como o desenvolvimento de competências no domínio da prestação de cuidados de Enfermagem seguros e de qualidade, baseados na melhor evidência científica disponível, à pessoa com DII.

d) Integração de Enfermeiros na comissão organizadora e científica e no conjunto de docentes:

A coordenação científica e pedagógica é constituída por um enfermeiro doutorado e especialista em enfermagem de saúde mental e psiquiatria, por duas enfermeiras do contexto da prática clínica com uma vasta experiência profissional nesta área e representantes nacionais na N-ECCO.  O corpo docente é constituído por profissionais experientes na área da docência e na prática clínica.

e) Evidência da qualificação e reconhecimento do mérito dos membros das comissões e docentes:

Os curricula dos coordenadores e docentes evidenciam a sua qualificação científica e profissional na área. As aulas serão lecionadas por docentes da Escola de Enfermagem e por enfermeiros e médicos peritos na área do curso.

Contactos

Estudos Avançados e Formação

Dra. Sara Miranda

E-mail: formacaoavancada.porto@ucp.pt

Tel:  22 619 62 02 / 43

 

Rua Diogo Botelho, 1327 | 4169-005 Porto